Poesias

A vida é uma poesia inacabada...

Talvez eu devesse ter sido mais louco,
Não muito, mas talvez um pouco.
Suficiente para não ser certo, nem errado,
Ser apenas louco, não desesperado.

Num mundo de razão e juízo estreito,
Ser louco parece quase um defeito.
Mas quem dera eu tivesse sido mais ousado,
Em vez de seguir apenas o caminho marcado.

De toda liberdade, a falsa teia,
Em querer que se prende ao próprio mando,
Um homem que se entrega, vai errando,
Ao ímpeto que a si mesmo incendeia.

No palco da vida, onde o amor se declara
Dançamos entre risos, e a tristeza se desfaz
Palavras são notas do canto que dispara
O coração em um compasso que satisfaz
A troca de olhares, de um elo que se refaz.

Perdoar não o faz fraco,
mas forte em sua decisão.
Traz a paz como um abraço,
cura a alma em profusão.
É um gesto de nobreza,
e um passo de redenção.

Assaltou-me a mente,
Meio que de repente,
Uma dúvida que não quer calar,
E me obrigou a pensar ardentemente,
Sobre as escolhas que deixei passar.

A noite se aproxima, calma e serena,
E eu permaneço aqui, sofrendo em segredo.
Meus pensamentos voam, cena por cena,
Em sonhos profundos com resquícios de medo.

Na corrida dessa vida acelerada,
O tempo não espera por ninguém
É preciso aproveitar à jornada,
Porque a vida voa na direção do além.

Som da alma

25/04/2023

Que som é esse que faz?
Não sei... pode ser qualquer som,
Forte, fraco, alto ou baixo,
Mas há um som puro e nítido,
Apenas um, sempre o mesmo,
Sem razão, sem motivo, sem mudar,
O mesmo som todos os dias, a toda hora;

Cegos

25/04/2023

A cegueira nos tapa os olhos,
Rouba-nos a luz,
Traz a escuridão como castigo.