Vereadores mais votados de Portela não chegam ao fim do mandato

09/08/2019

Os dois vereadores mais votados na eleição em 2016 não chegaram ao fim de seus respectivos mandatos na Câmara de Tenente Portela.

Valdonês Joaquim (PSD) que foi o mais votado com 957 votos no pleito foi preso suspeito de participação em um crime de assaltos a bancos ocorridos em Miraguaí.

Nesta semana o ex-prefeito Ibe Furini (PP), segundo mais votado com 675 votos, renunciou o cargo. A decisão foi motivada após a conclusão de um processo que o condenou a suspensão dos direitos políticos. O processo é de quando Ibe foi prefeito em Tenente Portela.

Considerando ainda que pelo menos duas vereadoras, Cris Feith e Salete Sala, até aqui, ficaram mais tempo em cargos executivos do que no legislativo eu me arriscaria dizer que tem muito suplente feliz da vida.